A Espanha enfrenta a pior crise de que se tem notícia desde que nosso país se tornou uma democracia moderna, há 40 anos. O novo coronavírus já matou mais de 22 mil pessoas e infectou pelo menos 220 mil.

Nossas igrejas evangélicas não foram poupadas desta pandemia e eu estou entre os que foram hospitalizados com o COVID-19.

Sou pastor de uma congregação com 350 pessoas em uma pequena cidade na costa do Atlântico. Também sirvo como líder nacional da minha denominação e como presidente da Aliança Evangélica Espanhola. Mas fiquei estagnado após ter sido infectado.

Depois de 21 dias de luta contra a doença, tanto em casa quanto no hospital, recebi alta. Fiquei agradecido e cheio de alegria; também estava muito consciente de que outros, mesmo mais jovens e saudáveis que eu, haviam perdido a vida.

Ainda estamos sofrendo como país, à medida que caminhamos em direção a um futuro incerto. Na minha família, alguns ainda estão combatendo o vírus - incluindo minha esposa e minha sogra. Com base em nossa experiência na Espanha, apresento seis lições sobre amor a Deus e ao próximo em meio a uma pandemia.

1. Devemos nos lembrar de que não somos invencíveis.

A primeira conclusão é para aqueles que, como eu, atuam na liderança cristã. Enquanto me recuperava, a lição óbvia que extraí é que não sou um super-humano. Como pastores, vivemos no mesmo mundo que todos os outros, com os mesmos conflitos e riscos. Somos vulneráveis - e é exatamente ...

Subscriber access only You have reached the end of this Article Preview

To continue reading, subscribe now. Subscribers have full digital access.