Entre reportagens 24 horas por dia, entrevistas com especialistas em saúde pública e experts discutindo os prós e os contras de diferentes estratégias de combate a esse mal, dificilmente temos escassez de informações e abordagens sobre o COVID-19. No entanto, ainda há muitas perguntas que lutamos para responder com total confiança: por que isso aconteceu? O que devemos fazer em resposta? E onde está Deus nisso tudo? Em God and the Pandemic: A Christian Reflection on the Coronavirus and Its Aftermath, o teólogo e autor N. T. Wright mostra como as Escrituras falam de nossa confusão e incerteza. Andy Bannister, diretor do Solas Centre for Public Christianity, sediado na Escócia, conversou com Wright sobre seu livro.

Muitos cristãos já escreveram livros sobre a pandemia — de John Lennox a John Piper, e até pessoas com outros nomes que não John. O que o inspirou a contribuir com seu próprio livro?

Em março, a revista Time me perguntou se eu escreveria um artigo sobre a pandemia. Ele recebeu um título bastante provocador: “O cristianismo não oferece respostas sobre o coronavírus. Não é seu papel oferecer”. Eu queria dizer que isso nos remete a Romanos 8, onde lemos que o Espírito geme em nós com gemidos inexprimíveis (v. 26) — é extraordinário Paulo dizer isso. E o que isso me diz é que devemos ser humildes, sem acreditar que precisamos saber todas as respostas.

Depois que o artigo foi publicado, comecei a receber feedbacks. As pessoas me enviavam e-mails para perguntar: “Como você pode dizer isso?” ...

Subscriber access only You have reached the end of this Article Preview

To continue reading, subscribe now. Subscribers have full digital access.